Agora há pouco, foi adicionado ao canal da Camila na VEVO (CamilaCabelloVEVO), o making of do seu primeiro videoclipe. ‘Crying In The Club’ foi lançado no dia 19 de maio e abriu as portas para a nova jornada da carreira solo da cubana. Confira abaixo a tradução do vídeo lançado hoje (01):

‘Crying In The Club’ está disponível em todas as plataformas:

iTunes: 

Spotify:

Vevo:

 

Na última quarta-feira, Camila Cabello participou de uma live no Facebook do Dan Wootton – editor da coluna Bizarre, do The Sun – ainda pela sua passagem em Londres. Durante a transmissão, Camila respondeu à algumas perguntas e deu conselhos aos fãs, chegando até a se declarar para os Camilizers!

Em uma das resposta, a cubana confessou o que diz nos sussurros de ‘I Have Questions’, deixou claro o seu entusiasmo com seu primeiro álbum, intitulado ‘The Hurting. The Healing. The Loving’ e ainda disse que está ansiosa para lançar a música ‘I’ll Never Be The Same’, que compõe a parte ‘The Loving’ do seu álbum. Confira o vídeo legendado da live:

https://www.youtube.com/watch?v=8PSVP6bWxo0

 

Ainda em Londres promovendo seu novo single ‘Crying In The Club’, Camila Cabello fez uma aparição no programa This Morning essa manhã (31), onde concedeu uma entrevista exclusiva.

Durante a conversa, Camila falou sobre sua saída do grupo Fifth Harmony, sua passagem pelo programa americano The X-Factor – onde se lançou como artista -, sua relação com seu ex-mentor Simon Cowell e com os cantores Ed Sheeran, com quem compôs uma música, e Ariana Grande.

Além disso, a cubana falou um pouco mais sobre o seu primeiro álbum e seus futuros projetos. Confira abaixo o vídeo legendado da entrevista:

 

Ontem (14), Camila Cabello anunciou a data de seu primeiro single solo, 19 de maio. Junto com o nome de seu álbum “The Hurting, The Healing, The Loving” em um texto em suas redes sociais onde explica sobre o processo de criação do álbum e algumas experiências passadas durante o decorrer dos meses.

Confira a tradução: 

“A primeira música do meu próximo álbum “the hurting the healing the loving” (“o ferir, o curar, o amar”) será lançada em 19.05.2017… “the hurting the healing the loving” é a história da minha jornada da escuridão para a luz, de um tempo em que eu estava perdida até um tempo no qual me encontrei de novo. A história por trás do álbum começa com a segunda música que você vai ouvir chamada “I have questions” (“eu tenho perguntas”), a qual comecei a escrever no banheiro de um hotel durante nossa turnê pouco mais de um ano atrás. eu estava completamente quebrada naquela época, eu estava no tipo de dor que é desconfortável de falar, e era o tipo e capitulo que você nunca quer ler em voz alta… não consegui escrever outra música pelos próximos 6 meses porque escrever significava que eu tinha que sentir tudo, e eu não estava pronta para isso ainda. Então quando me formei de banheiros de hotel para estúdios para fazer meu primeiro álbum, eu fazia músicas sobre tudo MENOS pelo que eu estava passando, era como um segredo queimando na minha língua e por algum motivo eu não conseguia falar sobre. Até que um dia não consegui mais fugir. Peguei as letras da música do ano anterior, e “I have questions” foi escrita. Depois disso escrevi uma música triste todos os dias, tudo que eu queria falar, todas as letras no meu celular, eu disse tudo até que cansei de escrever sobre isso. Até que fiquei cansada de músicas tristes!!! à medida que eu ficava mais feliz, percebi que as músicas ficavam cada vez mais felizes. e eu percebi que não estava mais fazendo músicas só para fazer um álbum, eu estava fazendo músicas para curar. Não foi até que eu tivesse feito músicas suficientes para ouvir novamente depois e percebi que eu conseguia me ouvir voltando para essas músicas. Não as escrevi com a intenção de passar uma mensagem, mas percebi que a mensagem estava no ferir, no curar e no amar. Eu posso ter pensado que “ferir” era minha inimiga antes, mas ela tornou-se a melhor ouvinte… eu posso ter pensado que estava impaciente demais para “curar”, e parecia às vezes que demorava demais, mas percebi que me fez apreciá-la muito mais quando ela chegou. e “amar”, eu não saberia como ela é linda se não pudesse sentir sua falta o tempo todo.
para “ferir”, obrigada por me ensinar que mesmo que à noite você me leve às maiores profundidades do oceano, ainda vou acordar pela manhã.
para “curar”, obrigada pelas lágrimas. quando finalmente vieram, tinham gosto de Deus.
para “amar”, você é ainda mais linda do que me lembro.”

Lembrando que, em entrevista para à Billboard, o rapper Machine Gun Kelly afirmou que o videoclipe para o single de Camila já está finalizado.

Confira o vídeo legendado:

Camila Cabello se apresentou ontem (13) ao lado de Machine Gun Kelly no festival Wango Tango, evento organizado pela rádio 102.7 KIIS FM. Inicialmente, a latina havia sido anunciada para a line-up do festival, tendo o propósito de performar seu primeiro single pela primeira vez, mas acabou optando por fazer apenas uma participação na apresentação do rapper ao invés de fazer um show próprio. Confira abaixo as fotos e o vídeo da performance de Bad Things:

001.jpg 047.jpg 071.jpg

Camila também marcou presença no yellow carpet do Wango Tango, concedeu entrevista nos bastidores do evento, além de realizar o seu primeiro meet & greet como artista solo. Confira abaixo mais fotos da passagem de Cabello pelo festival, além da entrevista traduzida:

020.jpg 008.jpg 002.jpg

https://www.youtube.com/watch?v=zlvOXnPKTPI

 

Durante o dia de ontem (08), Camila visitou o Hospital Infantil Mattel da UCLA (UCLA Mattel Children’s Hospital), que visa e cuida do bem-estar físico e emocional das crianças, desde recém nascidos à jovens adultos.

Em parceria com a Rádio Disney e Musicians On Call, Camila Cabello passou um tempo com as crianças do hospital, conhecendo melhor as crianças, chegando a cantar suas músicas para eles, surpreendendo-os cantando trilhas sonoras de filmes infantis e muito mais.

No final da tarde, a latina participou de uma LiveStream no Facebook da Rádio Disney, ainda no hospital, contando como foi sua experiência no Hospital Infantil Mattel da UCLA. Confira abaixo o vídeo completo e legendado:

https://www.youtube.com/watch?v=V9fe0F0_9eQ