Na noite de ontem (04), Camila Cabello subiu ao palco do Jingle Ball mais uma vez para se apresentar. Dessa vez, na arena Xcel Energy Center, em Minneapolis, que tem capacidade para aproximadamente 18.568 pessoas.

As apresentações ficaram por conta da rádio 101.3 KDWB, que convidou os cantores: Kesha, Charlie Puth, Fall Out Boy, Halsey, Niall Horan, Liam Payne, Sabrina Carpenter, e Why Don’t We, além da cubana, para abrilhantarem o evento.

A estrutura e a setlist apresentada pela Camila permaneceram as mesmas – comparada às outras performances que fez pela turnê do festival – e a cantora usou o mesmo figurino que sua primeira noite de apresentações.

Confira as fotos em HQ e os vídeos registrados pelos fãs que estiveram presentes durante a apresentação de Camila no KDWB Jingle Ball:

FOTOS DO SHOW:

SETLIST:

01. OMG (vídeo)

02. Havana (vídeo)

03. Crying In The Club (vídeo)

04. I’ll Never Be The Same (vídeo)

FOTOS MEET&GREET:

DETALHES:

Terceiro (3°) show pela turnê do Jingle Ball (101.3 KDWB)

Data: 04 de dezembro de 2017

Local: Xcel Energy Center – Minneapolis, Minnesota

Capacidade: 18.568

Horário: 23:30h (horário de Brasília)

Próximo show: 08/12 – Z100 Jingle Ball
Madison Square Garden – Nova York, NY

Dando continuidade à sua turnê com o Jingle Ball, Camila subiu no palco da arena SAP Center pela terceira vez esse ano, sendo duas delas durante a sua participação na 24K World Tour – turnê do cantor Bruno Mars.

Assim como sua estreia na AmericanAirlines Arena – primeira noite das dez que se apresentará pelo o festival -, Camila Cabello performou para mais de 17 mil pessoas, que foram prestigiar o seu show de ontem (30), organizado pela rádio WiLD 94.9.

Demi Lovato, Nick Jonas, Halsey, Charlie Puth, Niall Horan, Liam Payne, Hailee Steinfeld e Why Don’t We também foram atração musical do evento na noite de ontem.

Apesar da mudança de figurino, comparando com a sua primeira performance pelo Jingle Ball 2017, a latina manteve a setlist que apresentou na noite anterior e contou com a ajuda da sua banda e dançarinas para animar a noite.

Saiba todos os detalhes sobre a segunda apresentação de Camila pelo Jingle Ball:

FOTOS DO SHOW:

SETLIST:

01. OMG (vídeo)

02. Havana (vídeo)

03. Crying In The Club (vídeo)

04. I’ll Never Be The Same (vídeo)

FOTOS MEET&GREET:

DETALHES:

Segundo (2°) show pela turnê do Jingle Ball (WiLD 94.9)

Data: 30 de novembro de 2017

Local: SAP Center – San Jose, Califórnia

Capacidade: 18.000

Horário: 01:30h (horário de Brasília)

Próximo show: 04/12 – 101.3 KDWB Jingle Ball
Xcel Energy Center – Minneapolis, Minnesota

Pelo terceiro ano consecutivo, a iHeartMedia em parceria com a Capital One estão promovendo a turnê anual do iHeartRadio Jingle Ball com uma viagem de 12 dias que se inicia no final de novembro e vai até meados de dezembro.

A cantora cubana, Camila Cabello, deu início na noite de ontem (28), em Dallas, a sua participação no festival, realizando o primeiro dos dez shows que foi escalada para fazer durante a turnê do Jingle Ball. Com todo o seu talento e rebolado, Camila subiu no palco da AmericanAirlines Arena para estrear a noite de apresentações pela rádio 106.1 KISS FM e cantou para mais de 20 mil pessoas que marcaram presença no local.

Seu set foi composto por quatro músicas: OMG, Crying In The Club, I’ll Never Be The Same e, é claro, sue hit de maior sucesso, Havana. O show durou cerca de 20 minutos.

Além de Cabello, se apresentaram também os cantores: Charlie Puth, Kesha, Niall Horan, Liam Payne, Hailee Steinfeld, The Chainsmokers e a boyband Why Don’t We.

Confira todos os detalhes da primeira noite de Camila Cabello no Jingle Ball:

FOTOS DO SHOW:

EM BREVE

SETLIST:

01. OMG (vídeo)

02. Havana (vídeo)

03. Crying In The Club (em breve)

04. I’ll Never Be The Same (vídeo)

FOTOS MEET&GREET:

DETALHES:

Primeiro (1°) show pela turnê do Jingle Ball (106.1 KISS FM)

Data: 28 de novembro de 2017

Local: AmericanAirlines Arena – Dallas, Texas

Capacidade: 21.000

Horário: 23:30h (horário de Brasília)

Próximo show: 30/11 – WiLD 94.9 Jingle Ball
SAP Center – San Jose, Califórnia

Na noite de ontem (04), Camila Cabello subiu no palco da AmericanAirlines Arena durante o festival iHeartRadio Fiesta Latina para soltar a voz e o rebolado para as mais de 20 mil pessoas presentes no evento, que aconteceu em Miami, Flórida.

O festival celebrou o grande sucesso dos artistas latinos nesse ano, e além de contar com a participação de Ricky Martin, Luis Fonsi e a boyband CNCO, Camila também foi uma das atrações da noite devido o imenso destaque que a cubana ganhou desde o início da sua carreira solo, ainda mais agora com o hit “Havana” – música que abriu o set de Cabello no evento.

Seguindo com as apresentações, a cantora emendou na música “OMG” – que foi lançada juntamente com “Havana” – e para abrilhantar a performance, Camila contou com a participação das duas dançarinas, que trouxeram uma nova coreografia para a música.

A terceira performance ficou por conta de “Bad Things”, canção de parceria com o rapper Machine Gun Kelly, que foi de grande sucesso e tem composto os sets de apresentações da cantora.

Para fechar a noite com chave de ouro, a latina trouxe ao palco a sua versão mais latina do hit “Crying In The Club”, que foi apresentada pela primeira vez no talkshow The Tonight Show.

O álbum de estreia de Camila – The Hurting. The Healing. The Loving. – está previsto para o ano que vem e provavelmente irá contar com algumas dessas faixas.

 

Na manhã de hoje (29), Camila Cabello esteve em Nova York para mais uma bateria de apresentações. Dessa vez, a cubana subiu no palco do programa Today Show, exibido pela NBC, dando sequencia ao Citi Concert Series – série de atrações musicais que se apresentam em dias diferentes no programa -.

A latina fez todo o público dançar e cantar ao som de grandes sucessos como Bad Things e Crying In The Club, mas a apresentação mais esperada e mais empolgante foi a de Havana, onde Cabello subiu no palco ao lado de diversos dançarinos, que seguravam bandeiras de vários países do mundo, sob o lema “isso é para os que sonham”, prestando uma pequena homenagem aos Dreamers na América.

Em pequena entrevista para os apresentadores, Camila ainda encorajou os imigrantes: “Essa é a América. A América que nós amamos. Onde não importa sua raça, sua cor, suas crenças ou de onde você vem, se você tem um sonho, você pode torná-lo realidade.”

Confira as apresentações da cantora no Today Show logo abaixo:

1. Havana (vídeo)
2. Bad Things (vídeo)
3. Crying In The Club (vídeo)

As fotos em HQ da Camila durante sua participação no Citi Concert Series, você confere na nossa galeria.

Dois dias antes de finalizar sua participação na turnê do Bruno Mars, 24K Magic Tour, Camila Cabello subiu ao palco do Jones Beach Theater para se apresentar para cerca de 15 mil pessoas durante o Hot 100 Festival – evento organizado pela própria Billboard -.

Camila cantou sucessos como Crying In The Club, Bad Things, OMG, Havana, entre outros, e surpreendeu e emocionou a todos ao cantar I Have Questions pela primeira vez ao vivo.

Se você perdeu a cobertura do evento, não se preocupe! A Billboard fez um resumo do set da cubana – que durou cerca de 35 minutos -, e você pode conferir a tradução logo abaixo:

Camila Cabello usa sua guitarra no Hot 100, seu primeiro set solo em um festival

Se tem uma coisa que Camila Cabello provou durante o último domingo (20 de agosto) no set do festival Billboard Hot 100 Fest no Jones Beach Theater em Northwell Health, é que ela é uma estrela. Mas porque parar em uma coisa só? Cabello também provou que ela é uma força dinâmica no palco, uma ágil vocalista ao vivo (ela arrasou nas high notes de “Bad Things”), uma dançarina sem esforço e também uma ótima guitarrista.

Abrindo com a subestimada “OMG”, Cabello — usando preto em contraste com seus dançarinos usando branco e os músicos nos seus encanços — radiou felicidade durante sua performance de 35 minutos, parecendo animada e grata pela primeira fileira e sua resposta exuberante a ela (e ela estava atenta a resposta dos fãs, chamanso alguns latinos na frente e tendo certeza que uma menina que chorava estava bem).

Suas mais conhecidas canções solo — “Crying in the Club” e “Bad Things” do MGK — tiveram as maiores respostas, mas a maioria daqueles na frente sabia cada palavra de suas músicas, mesmo as que não entraram ma Billboard Hot 100, sugerindo que esses que gostam da sua música não são fãs que só estão passando — eles estão aí para a longa caminhada.

E para alguém nova no show ao vivo solo, Cabello estava notavelmente à vontade e emocionada durante seu set, mantendo-se real enquanto introduzia algumas músicas sem parecer como se estivesse lendo de um roteiro pré-escrito.

“Essa é a primeira vez que canto essa ao vivo, é muito pesado em mim,” Cabello disse antes da balada “I have questions”. “É sobre alguém que eu pensei que estaria em minha vida para sempre… E então você acorda desse sonho.”

Mas ela não deixou o público em uma nota baixa. Usando uma guitarra elétrica para sua última música “I’ll Never Be The Same,” Cabello demonstrou seu nível de conforto empunhando a guitarra e convenceu que ela é mais que apenas uma diva em espera: Ela é uma estrela do rock – um palco natural, insanamente divertida de se assistir e o tipo de artista ao vivo que te deixa ansioso para voltar e ver mais.